Olá Amantes de Chapéu!

Em meio a tantas opções de chapéus existentes, é normal se sentir meio perdido na hora de escolher um modelo para chamar de seu, por isso é importante antes de tudo, conhecer mais a fundo os tipos de chapéus que existem e ver o que mais combina com você e seu estilo. 

Se você deseja conhecer mais ou é apaixonado por chapéu, continue por aqui que te explicaremos mais sobre o mundo desse acessório que faz parte da vida de tantas pessoas.

Para começar, vejamos sobre a história dos chapéus e como esse acessório chegou até você.

Como surgiu o chapéu?

O ato de cobrir a cabeça com algo é um costume muito antigo. A palavra chapéu provém do latim antigo “cappa”, “capucho” que significa peça usada para cobrir a cabeça.

Conta-se que o primeiro chapéu surgiu por volta do ano 4.000 a.C. no antigo Egito, na Babilônia e na Grécia, quando as pessoas tinham o costume de usar faixas na cabeça para prender e proteger o cabelo, o que repercute até hoje em dia, em que a faixa estreita colocada em torno da copa dos chapéus da atualidade é advinda desse primeiro tipo de proteção para a cabeça.

Há imagens pictóricas bem antigas, datado de cerca de 3200 a.C. que mostram representações de chapéus de palha aparecendo, ajudando na proteção e coberta das cabeças.

Com o tempo, apareceu o “petasos”, um chapeu de copa baixa e abas largas, por volta do ano 2.000 a.C., em que os gregos usavam em suas viagens como uma forma de proteção.

Já na Antiga Roma (por volta do ano 1.000 a.C.), os escravos que eram libertos começaram a adotar outro tipo de chapéu, semelhante ao barrete (boné em forma de cone, com a ponta caída para um lado), em sinal de liberdade. Este tipo foi revivido durante a Revolução Francesa, chamado de “bonnet rouge”, e se tornou um símbolo do partido republicano durante a República.

Em abril de 1907 foi inaugurado o couraçado Roma, e foi aí que os famosos chapéus de verão, de palha, apareceram. Esses chapéus se tornaram glória da Itália desde a época em que a indústria de palha cresceu em Toscana no final dos anos 1700. Eram mais costumeiramente usados no mês de maio, pelo aumento da temperatura.

 

Conheçamos agora, os tipos de chapéus, para que você possa ver qual se adequa mais ao seu estilo.

Panamá

O Estilo Panamá é sem dúvidas um dos maiores clássicos da chapelaria, pois seu formato é literalmente inconfundível.

Seu modelo pode ser atualmente confeccionado em palha toquilla, um material mais nobre ou em materiais mais baratos, como a celulose ou juta.

Floppy Boho

O Floppy é um modelo bastante usado por mulheres, sua forma possui copa arredondada, abas grandes e maleáveis, ele também pode ser confeccionado em vários materiais e pode ser usado tanto para o inverno como para o verão.

Coco

O modelo Coco (ou Bowler) teve seu auge atingido graças ao cinema, pois na época os filmes tinham uma grande influência no cotidiano das pessoas, então seu modelo acabou sendo bastante visado.

Seu modelo segue uma copa redonda e as abas curtas e bem curvadas. Seu modelo é coringa pois combina praticamente com tudo, ele pode ser usado tanto em composições vintages como em modernas.

Fedora

O Modelo Fedora surgiu no final do século XIX, um dos maiores clássicos do mundo dos chapéus, assim como o Coco que mencionamos acima. Porém as pessoas só começaram a visá–lo e utilizá–lo nos anos 40/50, quando os famosos de Hollywood passaram a usar a modelo nos filmes, seu modelo inclusive aparece em clássicos como “ Cantando na chuva” e “Casablanca”

Seu modelo é formado com um vinco marcado em sua copa e atualmente encontramos ele com vários tamanhos e de abas e em vários tipos de materiais.

Country

O Chapéu estilo country está sempre associado a interiores e festas sertanejas e suas principais características. Seu formato segue em abas grandes e curvadas, seus modelos mais clássicos são feitos de couro, porém atualmente pode-se encontrar também esse tipo de chapéu em diversos tipos de materiais.

Pork Pie

O estilo Pork Pie é um modelo de chapéu inglês que surgiu por volta do século XIX. Seu nome deu origem pelo fato de sua copa ser parecida com as tortas de porco que eram vendidas na época. Atualmente seu modelo se popularizou bastante, portanto pode ser encontrado em vários tipos de materiais.

Esses foram os principais tipos de chapéu que existem no mercado… conseguiu achar qual combina com o seu estilo?

E ah! Para quem ama chapéu e deseja encontrá-los em melhor qualidade, preço e durabilidade, conheça a Efeito MDC. Uma loja que produz chapéus de altíssima qualidade, que acompanha a tendência que vive em você. Produtos feitos com dedicação e cuidado o que resulta em um produto de ótima qualidade. 

Esperamos que tenham gostado deste artigo e que tenha ajudado a entender melhor sobre cada um deles. Não se esqueça de aproveitar para conhecer a Efeito MDC.